Sincretismo de Santo Antônio com Exú e a linha da esquerda da Umbanda

O sincretismo de Santo Antônio e a linha da esquerda da Umbanda ocorre, dentre outros,devido ao caráter protetor do santo, também associado ao orixá Exú.

Sincretismo de Santo Antônio

O sincretismo religioso entre santos católicos e orixás é algo ainda muito presente em todos os estados brasileiros, ainda que tenha surgido pela necessidade, nos tempos da escravatura, quando os africanos trazidos para as Américas eram proibidos e punidos por seguirem praticando seu culto aos orixás.

Neste artigo, trataremos especificamente do sincretismo de Santo Antônio com o Exú orixá e com as falanges da linha de esquerda da Umbanda, os Exús, Pombagiras e Mirins.

Sincretismo de Santo Antônio com Exú e a linha da esquerda da Umbanda

Sincretismo de Santo Antônio com o orixá Exú

A aproximação e o consequente sincretismo de Santo Antônio com o orixá Exú se dá por razões óbvias. As duas divindades, homenageadas em 13 de junho, têm um grande dom da oratória e da comunicação.

Além disso, ambos atuam nas questões práticas da vida humana, como a questão financeira, e são também famosos por atuarem nas ligações amorosas.

Por fim; ambos são considerados lideranças das falanges da esquerda da Umbanda, os Exús, as Pombagiras e os Mirins.

Exú orixá

Exú é o orixá que liga e promove a comunicação entre os humanos e o mundo dos orixás, portanto, sem Exú, nenhum contato com o mundo espiritual é possível.

Além disso, sem o intermédio de Exú orixá entre os dois mundos, não há proteção para os terreiros e casas de axé nem para seus filhos.

O orixá Exú faz a guarda e distribui bênçãos de fertilidadefarturaproteção astralprosperidade e boa sorte nos negócios.

Quem foi Santo Antônio?

Santo Antônio nasceu em Lisboa, Portugal, e desencarnou em Pádua, na Itália. Foi discípulo de São Francisco, e como ele, desfêz-se de todos os seus bens e viveu para ajudar aos pobres e desamparados.

Em vida, Santo Antônio foi um homem de grande cultura, professor de Universidade, e conhecia inclusive assuntos tidos como profanos.
Portanto; era muito próximo, acessível a todos.

Grande pregador

Possuidor de uma oratória admirável, era tido como um grande pregador. Nas descrições da época sempre é mostrado o fascínio que ele exercia nos ouvintes através da sua oratória. 

Em certa época, ele largou tudo, família e bens, pelo sacerdócio, a caridade e a luta justa pelos valores dos humanos.

Como padre, Santo Antônio alimentava seus fiéis pela palavra de Deus. Como padeiro, matava a fome dos pobres da aldeia de Pádua.

Antonio, quando vivo, já era um Santo para o povo, após sua passagem precoce, aos 39 anos, se transforma em Santo Antonio Milagreiro.

Padroeiro de muitas profissões

Ao redor do mundo, católicos e simpatizantes do catolicismo, adoram Santo Antônio por sua história tocante de fé, humildade e caridade com os pobre e necessitados.

Pelo mundo afora, ele é considerado padroeiro de muitas profissões e coisas: pescadores, grávidas, marinheiros, viajantes, agricultores, idosos, mas, aqui no Brasil, sua fama mesmo é relacionada aos casamentos.

Santo Antônio, o santo casamenteiro

São muitas as lendas que tentam explicar o início desta fama de santo casamenteiro.

Uma delas; conta que uma moça muito bonita, que havia perdido as esperanças de arranjar um marido, apegou-se a Santo Antônio.

Reza a lenda que a mulher adquiriu uma imagem do santo e colocou-a em um pequeno oratório.

Todos os dias, a jovem colhia flores e as oferecia a Santo Antônio sempre pedindo que este lhe trouxesse um marido.

Espera em vão

Mas; passaram-se dias, semanas, meses, e nada do noivo aparecer. Então, tomada pelo desgosto e pela ingratidão do santo, ela atira a imagem pela janela.

Neste exato momento, passava um jovem cavalheiro que é atingido pela imagem do Santo.

Ele apanha a imagem e vai entregar à jovem, que se apaixona por ele e atribui a sua chegada a fé por Santo Antônio.

Além de todas essas famas, Santo Antônio é também considerado, na Umbanda, regente das falanges de Exús, Pombagiras e Mirins, entidades guardiãs de luz, responsáveis por dar proteção e abrir os caminhos de seus protegidos, tanto nas questões de amor, quanto nas questões financeiras e profissionais.

A ele dirigimos nossas preces, acreditando que ele auxilia no nosso destino, tendo ao seu lado estas entidades da linha da esquerda da Umbanda, entidades amigas que tanto nos ajudam.

Oração a Santo Antônio

Saiba mais sobre a linha da esquerda na Umbanda

A Linha de Esquerda da Umbanda é formada por Exú, Pombagira e Exú Mirim que são espíritos fundamentais na sustentação espiritual de nossa vida. Saiba tudo no artigo.

Linha das Pombagiras é regida por Oxum, ligada ao Trono do Amor, mas cada entidade pode estar ligada a outros orixás do médium. Saiba tudo no artigo.

Linha dos Exús é regida por Ogum na Umbanda e está ligada ao Trono da Lei, encarregados de aplicar e cobrar a vontade divina. Saiba tudo neste artigo.

A Linha dos Mirins é composta de Exús e Pombagiras Mirins e promove a sustentação da linha da esquerda na Umbanda, mas é pouco compreendida.

Oração a Santo Antônio, em 13 de junho, pedindo que abençoe os relacionamentos e traga harmonia a vida sentimental. Veja o artigo com a oração completa.

Faça uma consulta espiritual

Se você tem dúvidas sobre as entidades que regem seus caminhos, faça uma consulta espiritual para revelar com detalhes todos os regentes da sua espiritualidade.

Nessa consulta, a sacerdotisa de Umbanda vai revelar seus orixás regentes e entidades (Exú e Pombagira, Pretos Velhos, Caboclos e Ciganos).

Glaucia Carvalho, que tem mais de 30 anos de experiência como sacerdotisa de Umbanda; vai orientar em suas dúvidas do ponto de vista espiritual e responder suas perguntas enviadas. Você pode enviar três (03) perguntas que deseja fazer.

Faça hoje mesmo sua consulta.

Siga-me nas redes sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.