A influência da Lua nas plantas e como utilizá-las a favor do cultivo

Confira sobre a influência da Lua nas plantas e como utilizá-las a favor do cultivo. A força gravitacional da Lua influencia sobre a terra e principalmente sobre os líquidos, como nos oceanos, resultando nas marés. Assim, cada fase da Lua tem um efeito diferente sobre o fluxo de umidade no solo e nas plantas. A luminosidade da Lua também influencia sobre as plantas; o solo e o ambiente como um todo.

Lua Nova

Durante a Lua Nova, a seiva das plantas tende a se concentrar no sistema radicular, ou seja, nas raízes. Estas encontram-se em sua máxima captação de nutrientes e crescimento. Portanto, está uma época favorável para plantio de ervas aromáticas e medicinais. É propício também para revirar o solo e trabalhar a terra; afofando canteiros e preparando covas e berços para novas mudas. Para colheita, é oportuna para as espécies madeireiras, como o bambu, além dos grãos secos, nozes; castanhas. Pois, com pouca água circulando no caule, o tratamento e a durabilidade das madeiras é maior.

Como a água concentra-se no solo nesta fase, as sementes tendem a inchar e a se romperem. Este fator ajuda a criar uma raiz equilibrada, assim como no crescimento da folha, posteriormente. Portanto, é a melhor fase para o plantio de culturas anuais que produzem suas sementes fora do fruto, como alface; espinafre; aipo; brócolis.

Lua Crescente

Nesta fase, a seiva começa a se movimentar, rica em nutrientes do solo, em direção a parte aérea, e vai gradativamente revigorando a planta. Ou seja, o fluxo da seiva vai em direção aos ramos, folhas, flores e frutos. Assim é a melhor época para semear plantas que crescem acima do solo e tenham sementes no interior do fruto. Exemplos: tomate, pimentas, berinjela, feijão, abóbora, melão.

É um momento bom também para fazer podas de plantas que deseja que cresçam mais depressa, em comprimento. Além disso, os dias que antecede a Lua Cheia, é favorável para a realização de transplantes e enxertos de arbustos, árvores e trepadeiras.

Lua Cheia

Nesta época, a planta concentra sua máxima energia e seiva na parte aérea, que compreende folhas; flores e frutos. É o melhor momento para colheitas, transplantes e podas. Após o auge da Lua Cheia, esta volta a minguar e portanto, a atração gravitacional é alta. Por isso, é um ótimo momento para o plantio de culturas de raiz, como beterraba; cebola; batata; cenoura. Além das espécias que são mais densas, como as suculentas.

A colheita de ervas e plantas medicinais é oportuna nesta fase, pois estão em sua máxima concentração de ativos e óleos essenciais.

Lua Minguante

Na Lua Minguante, a força gravitacional é reduzida, bem como sua luminosidade, e, dessa forma, é considerada como um período de repouso. O fluxo da seiva se direciona para as raízes, que gradativamente retomam o crescimento e ficam mais resistentes. É uma época favorável para o controle das pragas e doenças, as pulverizações serão mais efetivas. As podas de limpeza também, eliminando ramos doentes; secos e mal formados, pois a cicatrização é mais rápida nesta fase.

CONFIRA TAMBÉM

Confira ações que limpam o nosso Karma – Confira ações que limpam o nosso Karma. Pois, ao praticar boas ações, de forma sincera, acumulamos Dharma. Dharma são “pontos positivos” na nossa corrente espiritual.

Conheça 10 princípios do Yoga e como aplicá-los em sua vida – Conheça 10 princípios do Yoga que norteiam a prática e como aplicá-los em sua vida. O Yoga é uma prática milenar que vai muito além de ser uma atividade física que trabalha a mente.

Ayurveda: 15 dicas para uma alimentação e mente saudáveis – Confira 15 dicas para uma alimentação e mente saudáveis, pois segundo a Ayurveda, os alimentos são considerados sagrados e, na prática, nutrição e medicina são indissociáveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.