Cromoterapia: saiba como usar a energia das cores e equilibrar ambientes e pessoas

Cromoterapia pode ser definida com a ciência que se utiliza as cores do Espectro Solar para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo humano atingidas por alguma disfunção.

As 7 cores do Espectro são:

  •  VERMELHO
  • LARANJA
  • AMARELO
  • VERDE
  • AZUL
  • ÍNDIGO
  • VIOLETA

Qual a aplicação mais comum de cada uma das cores?

Vermelho: fornece ao nosso corpo físico energia e vitalidade, é uma cor estimulante para o sistema nervoso, para a circulação sanguínea e combate efeitos nocivos do frio, aumentando o calor e temperatura do corpo.

Laranja: libera as funções corporais e mentais, proporciona simultaneamente energia física e estimulação mental, estimula o sistema respiratório, aumenta o tônus sexual, proporciona otimismo, auxilia a regeneração de fraturas, traumatismos musculares e fragilidade óssea.

Amarelo: é uma cor estimulante para o sistema nervoso central, a energia digestiva e o tônus muscular. Ele estimula e restaura células debilitadas, estimula o intelecto e é antidepressivo.

Verde: indicado para aliviar dores de cabeça e gripe, nos problemas sanguíneos, feridas e infecções, para recuperar as áreas ósseas e ajuda nos problemas emocionais.

Azul: é um estabilizador e desacelera o organismo, servindo para combater as doenças infecciosas quando promove elevação da temperatura. Possui grande propriedade anti-séptica, é analgésico, antitérmico e calmante, traz a harmonia e equilibra energias do corpo.

Índigo (anil): é um grande purificador da corrente sanguínea, influencia os órgãos da visão e audição, é analgésico, limpa e clareia as correntes psíquicas do corpo, diminui a excitação mental, ajuda no tratamento de quaisquer doenças oriundas de emoções.

Violeta: possui ação calmante e purificadora do sangue, elimina toxinas, relaxa os músculos, diminui a irritação, reduz medos e angústias, acalma as emoções violentas, controla fome excessiva quando provocada por ansiedade.

CROMOTERAPIA – EM CASA

  • Quarto: neste cômodo opte por cores que transmitem tranquilidade e conforto, como azul, verde, violeta e branco.
  • Sala de estar: a cor vermelha e laranja remetem a energia, rosa está ligada a felicidade, verde simboliza família e branco é boa harmonia.
  • Cozinha: para estimular e aumentar o apetite abuse da cor vermelha, amarela e laranja. Se o momento é de dieta, utensílios de cor azul são bons inibidores.
  • Banheiro: o verde eleva a energia, o branco transmite higiene. As cores claras em geral iluminam e fazem com que o ambiente pareça maior do que realmente é.

CROMOTERAPIA – NO ESCRITÓRIO

  • A cor amarela: aplicada em objetos, pode tornar o ambiente de trabalho mais produtivo e alegre.
  • A cor laranja: para locais onde a criatividade e o lúdico são essenciais.
  • O marrom: é indicado para sala que necessita de maior concentração.
  • O preto e o cinza: transmitem requinte e elegância.

CROMOTERAPIA – NO TRATAMENTO MÉDICO

Como a cromoterapia é umas das terapias alternativas utilizadas em tratamentos, o ambiente hospitalar não poderia ficar de fora da nossa lista. Aliada ao procedimento médico convencional, a cromoterapia acelera a recuperação dos pacientes.

Cada cor interpretada pelo cérebro transmite sentimentos e reações enviadas a determinado órgão do corpo humano. Veja alguns exemplos:

  • Branco e violeta: cérebro e glândula pituitária.
  • Índigo ou anil: sistema endócrino, olhos, mamas, sistema respiratório e sistema nervoso.
  • Azul: tireoide, sistema linfático, pulmão, corda vocal e ouvido.
  • Verde: coração, sistema circulatório, sistema imunológico e fígado.
  • Amarelo: aparelho digestivo superior, pâncreas e vesícula biliar.
  • Laranja: sistema urinário, próstata, ovário e testículo.
  • Vermelho: aparelho digestivo inferior, glândula suprarrenal e coluna vertebral.

CONFIRA TAMBÉM

Descubra qual o nome do seu anjo da guarda segundo a data de nascimento – Você sabe qual o nome do seu anjo da guarda? Todos temos um anjo da guarda que está presente conosco desde a infância até a morte. .

Intuição: o caminho do inconsciente para o mundo consciente – Ninguém pode nos garantir que, por seguir nossa intuição, vamos tomar as decisões mais acertadas. No entanto, o que conseguimos é um aspecto de igual importância…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.