Xangô é o orixá da justiça, senhor dos raios e trovões, os quais envia a terra como sinal de sua fúria justiceira, punindo aqueles que não agem corretamente.

Justiça Divina e Xangô

Orixá dos raios, trovões, grandes cargas elétricas e do fogo, o orixá Xangô teve várias esposas sendo as mais conhecidas: Oyá (Iansã) , OxumObá.

É viril e atrevido, violento e justiceiro; castiga os mentirosos, os ladrões e os malfeitores.

Orixá Xangô - Senhor da justiça

A ira de Xangô

A morte pelo raio é considerada uma punição do “Senhor da Justiça”. Da mesma forma, uma casa atingida por um raio é uma casa marcada pela cólera de Xangô.

Poder de Xangô sobre os mortos

Xangô é considerado o rei de todo o povo yorubá. Xangô foi um grande rei que unificou todo um povo.

Foi ele quem criou o culto de Egungun. Muitos orixás possuem relação com os Egunguns, mas; Xangô é o único orixá que, verdadeiramente, exerce poder sobre os mortos, chamados Eguns.

Xangô é a roupa da morte, Axó Iku, por este motivo não deve faltar nos Egbòs de Ikù e Egun, o vermelho que lhe pertence.

Ao incorporar, não deve faltar em sua vestimenta uma espécie de saia, com cores variadas e fortes, que representam as vestes dos Eguns.

Sincretismo de Xangô

No Brasil, a depender da região, pode-se encontrar o sincretismo de Xango com 3 diferentes santos católicos: São João Batista, São Pedro e São Jerônimo, homenageados, respectivamente, em 24 de junho, 29 de junho e 30 de setembro.

Características da personalidade dos filhos de Xangô

O filho de Xangô é, por excelência, calmo e muito ponderado quando encontra-se equilibrado.

Pessoas racionais e ponderadas

Costuma pesar os fatos com muito cuidado e só toma decisões depois de pensar e analisar todos os ângulos dos problemas apresentados, procurando ser o mais justo possível.

Os filhos de Xangô têm muita energia, autoestima e a consciência de serem importantes e respeitáveis.

São fortes, podem beirar o autoritarismo, ousados, cheios de iniciativa, obstinados, agem com estratégia e geralmente conseguem o que querem. Sua postura é sempre nobre, lembrando a dignidade de um rei.

Sonhadores

Dedica-se de corpo e alma a tudo o que se propõe a fazer, mas desilude-se com muita facilidade também. É sonhador por excelência e acha sempre que tudo dará certo, deixando-se levar com muita frequência pela ilusão e pelo sonho.

Os filhos de Xangô são capazes de grandes sacrifícios mas aborrecem-se profundamente se algo que programaram não dá certo.  

Costumam ficar remoendo muito o que lhes acontece ou o que não se realizou como eles queriam.

Magoam-se com facilidade

Por serem muito honestos, magoam-se com facilidade com a ingratidão das pessoas, achando que todos têm obrigação de serem honestos e precisos em suas decisões.

Gosto requintado

Apreciam a leitura, a música, os discursos, a boa companhia e a companhia de mulheres vivas e ligeiras, o aconchego do lar e a boa mesa. Gostam de se vestir bem, mas com sobriedade.  

Não apreciam reuniões emotivas, companhias desequilibradas e pessoas apáticas, egoístas e soberbas.

O lado negativo

Sobre o lado negativo, podemos citar o fato de tornarem-se muitas vezes calados e fechados, não abrem mão das suas opiniões, e são, por vezes, ranzinzas, vingativos e intratáveis.

Filhos de Xangô são líderes natos

Devido a essa característica, costumam ter forte tendência de liderança, pois geram nas pessoas admiração e respeito.

No entanto; devem ter certo cuidado com isso, pois podem facilmente se deixar deslumbrar pela admiração que conquistam, agirem de forma arrogante e, assim, acabarem causando problemas em suas relações pessoais e amorosas.

Os filhos de Xangô costumam ter um tipo físico corpulento, seja por terem uma estrutura corporal larga, seja por serem um tanto quanto gordos, mas quase todos tem um corpo avantajado. Têm, ainda, grande vigor físico e disposição.

Os filhos de Xangô no amor

No campo amoroso, os filhos de Xangô são dados a conquistas e aventuras pois têm grande vigor sexual e sabem ser encantadores e conquistadores.

Apesar de muito críticos e exigentes em suas escolhas amorosas, costumam exercer um certo magnetismo sobre as pessoas e dificilmente ficam sozinhos. No entanto; o fazem sempre com grande discrição, sem alardes.

Quando se envolvem com alguém de verdade, são ótimos companheiros, parceiros incondicionais, apaixonados e leais à pessoa amada.

Pelo lado negativo; tendem a perder a admiração e o encantamento com pessoas que se colocam de forma submissa na relação, pois isso; pode fazer surgir seu lado arrogante e controlador o que, geralmente, causa problemas e, até mesmo o término de uma relação.

Os filhos de Xangô no setor profissional

Têm grande disposição para o trabalho e dão tudo de si a qualquer atividade que assumam, por isso, ganham dinheiro com grande facilidade.

Profissionalmente, os filhos de Xangô costumam ter grande tendência a cargos de chefia e de liderança, característica que lhes é nata. São grandes líderes, sempre admirados por seus colegas trabalho.

Mas têm um lado autoritário e que detesta ser contrariado que deve estar sempre sob vigilância para que não cause estragos no ambiente profissional.

São, ainda, bastante ambiciosos e estão sempre em busca de aperfeiçoamento e melhorias de cargo e salário.

No entanto, são muito generosos com dinheiro e tendem a dar ou gastar facilmente, sendo, assim, meio descontrolados com as finanças.

Devem se cuidar sempre para não gastar mais do que podem e acabarem em má situação.

O Culto ao Senhor da Justiça

  • Dia da Semana: o dia da semana dedicado ao culto a Xangô é a quarta-feira;
  • Dia anual: Xangô pode ser homenageado em 24 de junho, em 29 de junho ou, além disso, em 30 de setembro, dias respectivamente, de são João Batista, São Pedro e São Jerônimo, com os quais Xangô é Sincretizado;
  • Saudação: Kawô Kabiesilé! ou Obanixé, Kawô Kabeci!;
  • Cores: as cores principais de Xangô são o Vermelho e o Branco; mas, a depender da casa, ou da qualidade do Orixá pode-se, assim, encontrar Xangô de Vermelho e Marrom; de Marrom e Preto; de Marrom e Branco; todo de Marrom; ou todo de vermelho. 
  • Elementos: Xangô rege, na natureza, as pedreiras, o elemento fogo, os vulcões, os raios e trovões. Na espiritualidade, Xangô rege o Culto de Egungun, senhor dos mortos, assim como as energias da justiça divina e da Lei Maior e as energias dos estudos e do conhecimento;
  • Elemento Livro: os livros representam Xangô porque este orixá está ligado as questões da razão, do conhecimento, do intelecto e da letra da lei, assim como a justiça e o direito;
  • Ferramentas: Oxê, machado duplo de dois cortes laterais feito e esculpido em madeira ou metal; Xerê, um tipo de chocalho feito de cabaça ou de cobre;.
  • Símbolos: Machado de dois lados, que simboliza a justiça imparcial, a balança e a estrela de seis pontas que simboliza o equilíbrio das energias no mundo;
  • Pedra: Meteorito, pedra de fogo, e olho de tigre;
  • Principais folhas e ervas: alfavaca roxa, café (folhas), cipó-mil-homens, erva de São João, flamboyant, hortelã, levante, manjerona, mentrasto, nega-mina.
  • Comidas e Oferendas: Amalá, quiabo, rabada, cágado, carneiro e algumas vezes, cabrito;
  • Animais associados a Xangô: cágado, tartaruga, carneiro e leão.
  • Dança: Alujá é a roda de Xangô. Durante o alujá, são cantados vários pontos que falam de suas conquistas, de seus feitos, de suas esposas e, além disso, de seu poder e domínio como orixá.

Quer descobrir orixás e entidades de Umbanda?

Se você tem dúvidas sobre as entidades que regem seus caminhos, faça uma consulta espiritual para revelar com detalhes todos os regentes da sua espiritualidade.

Nessa consulta, a sacerdotisa de Umbanda vai revelar seus orixás regentes e entidades (Exú e Pombagira, Pretos Velhos, Caboclos e Ciganos).

Glaucia Carvalho, que tem mais de 30 anos de experiência como sacerdotisa de Umbanda; vai orientar em suas dúvidas do ponto de vista espiritual e responder suas perguntas enviadas.

Faça hoje mesmo sua consulta.

Siga-me nas redes sociais