Velas – Tudo sobre o uso, significado e rituais na Magia, Umbanda e Espiritualidade a seu favor

Velas usadas na Umbanda e em diversas vertentes espiritualistas como ferramentas de magia poderosas, que participam de inúmeros rituais. Não perca os detalhes neste artigo!

Tudo sobre velas

“No início da Criação Deus criou em primeiro lugar a luz, “fiat lux” (faça-se a luz) (Gn 1, 1-3). “

Diversas religiões utilizam velas em seus rituais sagrados. Vamos abordar neste artigo o uso de velas nos rituais umbandistas e algumas vertentes espiritualistas.

Amados, não deixem de falar sobre suas experiências nos comentários, certo?

Significado e simbolismo místico das velas

A vela significa vida espiritual, o espírito iluminado pela graça divina.

A vela acesa simboliza o ser humano em sintonia com o divino: o corpo (cera da vela), a consciência e livre arbítrio (pavio da vela) e a alma (chama da vela).

A vela em partes:

  1. A chama da vela representa a manifestação do espírito na matéria e sua elevação ao princípio criador que dá vida a tudo que existe.
  2. A cera da vela representa o corpo que vai expurgar seus males e evoluir espiritualmente.
  3. O pavio, como nossa vida; sustenta a chama cármica da eliminação das impurezas da matéria, através da sua queima pelo fogo sagrado.
Simbolismo místico das velas

Funções das velas nos rituais

As velas tem diversas funções em rituais, veja alguns deles:

  • Velas iluminam e confortam os espíritos desgovernados e recém desencarnados, orientando sua evolução.
  • Velas afastam espíritos desencarnados obsessivos mal intencionados, que visam trazer escuridão e desespero as almas humanas.
  • A transmutação realizada pela vela eleva as energias, e carrega consigo mais chances de concretização dos pedidos feitos em qualquer ritual.
  • Velas possibilitam iluminação e purificação espiritual, pois; através da chama, os seres celestiais, anjos, santos, orixás, entidades, mentores e guias são atraídos captando nossos pedidos.
  • Marcam pontos cardeais que devem conter objetos ritualisticos para concentração ou dissipação de determinadas energias.

Formato e Cores das velas

O tamanho e formato da vela vão depender da finalidade do ritual a que está sendo destinada.

1 – Formato das velas

  • cilindricas: são as mais comuns e podem ser usadas para qualquer ritual, pois indicam elevação dos pedidos.
  • quadradas: podem trazer estabilidade e organização e representar a terra e os pontos cardeais. Podem simbolizar uma residência em certos rituais ou serem usadas para fechar financeiramente um caminho.
  • redondas: englobam os quatro elementos e representam passagem e transmutação. Finalizam ciclos e promovem a evolução. Harmonizam relacionamentos, especialmente na cor branca ou rosa.
  • cônicas: representam elevação de qualquer energia; de prosperidade, saúde, fertilidade, sexual, etc.
  • estrelas: representam a proteção divina, um guia na cegueira espiritual. Aumentam a conexão com as entidades guias para indicarem intuitivamente o caminho a seguir em determinado momento da vida.
  • pirâmides: a mistura de quadrado (a matéria) e o triângulo (a alma), tem ligação com a morte ou iniciação espiritual. Simboliza grande poder de ascensão, elevação. Vence os obstáculos mais difíceis, especialmente nas cores violeta e preta.
  • cabeças: velas neste formato são usadas para influenciar ou modificar pensamentos, tratar sofrimento mental, trazer alívio ou aceitação de algo difícil.
  • penis ou vaginas: velas que tratam problemas de origem sexual ou promovem atração.
  • anjos: aproximam os espíritos guias e desenvolvem a intuição. Podem ser usadas nos rituais direcionados a ajuda de crianças. Elevam a energia de ambientes comerciais e residenciais.
  • animais: comuns em rituais xamanicos. Auxiliam na cura de animais. Ativam a proteção e guarda espiritual.
  • bonecos de pessoas: usadas em amarrações ou separações de casais

2 – Cores das velas

  • preta: eleva a espiritualidade cortando magias e feitiços maliciosos. Promove banimento, limpeza profunda e purificação ambiente. Afasta obsessores e energias densas.
  • azul: tranquilidade, harmonia, desenvolvimento da intuição. Tomar decisão acertada com relação a novos projetos. Orientadora espiritual.
  • verde: busca de equilíbrio físico, espiritual e emocional. Rituais de prosperidade e fartura. Rituais de cura e purificação.
  • rosa: vela do amor e relacionamentos em geral. Fortalece uniões e abre caminhos para encontrar alguém compatível na vida amorosa e até profissional.
  • roxa: eleva a espiritualidade, limpa as energias de um ambiente ou pessoa. Fortalecimento da espiritualidade e da saúde. Corta feitiços, inveja e olho gordo.
  • marrom: trabalha energias primitivas e eleva a vibração espiritual. Poderosa contra inveja e olho gordo, afasta e trata doenças.
  • vermelha: auxilia em qualquer causa urgente ou decisões difíceis. Aumenta a energia da paixão e da sexualidade. Trata alguns problemas de saúde relacionados ao sangue, coração e órgãos sexuais.
  • branca: usada para qualquer pedido, é a curinga das velas. Prosperidade, abundância, pureza, paz de espírito, crescimento espiritual e estabilidade na saúde.
  • amarela: vela apropriada a qualquer ritual de saúde. Aumenta a alegria, a criatividade e a fertilidade. Dissipa estados depressivos.
  • bicolores, tricolores, 7 cores: utilizadas em rituais para determinadas entidades ou apenas unindo energias das cores distintas para tratar problemas específicos.

Existe dia e horário certo para acender velas?

O dia e horário certo de acender velas é outra questão interessante em relação às velas, e deixa muitas dúvidas na cabeça das pessoas.

Para muitos; acender velas após as 18 h atrai espíritos de baixa energia, o que nao é verdade!

Muitos guias da Umbanda, como os Exús e Pombagiras; são cultuados principalmente a partir das 18 h, quando a vibração dessas entidades está mais alta, e suas velas e oferendas devem ser dadas nestes horários.

Horário para acender uma vela

Os horários chamados “abertos” (o6:00, 12:00, 18:00 e 00:00 h) devem ser evitados ao acender velas aos orixás, mas podem ser usados para acender velas a entidades da Umbanda, como Pombagiras, Exús, Caboclos, Marinheiros ou Pretos Velhos.

Assim também ocorre com os dias da semana escolhidos para fazer um pedido com uma vela.

Dia da semana para cada vela

O trabalho com as velas pode ser favorecido pela influência de determinada entidade ou orixá que tenham uma vibração mais forte em determinado dia da semana.

Algumas cores de velas favorecem os trabalhos de Umbanda em determinados dias da semana.

  • Domingo: vela roxa, ou bicolor preta e branca.
  • Segunda-feira: vela bicolor preta e vermelha, preta e branca. Vela completamente preta ou vermelha.
  • Terça-feira: vela azul, verde, ou vela de 7 cores. Bicolor amarela e verde ou amarela e azul.
  • Quarta-feira: vela vermelha, marrom, laranja ou bicolor vermela e branca.
  • Quinta-feira: vela verde, bicolor verde e branca, amarela e verde, ou amarela e azul.
  • Sexta-feira: vela branca.
  • Sábado: vela amarela, azul clara, rosa, prateada, dourada ou branca.

Velas e as fases lunares

As fase lunares intensificam os trabalhos espirituais com velas, conheça algumas velas usadas em cada fase.

  • lua nova ou lua negra: período que não há lua no céu. Momento de introspectivo e de auto conhecimento quando devem ser afastados espíritos obsessores. Velas roxas podem ser muito utilizadas nessa fase.
  • lua crescente: desenvolvimento e amadureciemnto das ideias e projetos. Fase de crescimento e fertilidade. Velas verdes e azuis podem ajudar bastante nessa fase.
  • lua cheia: período de transbordamento de energia, quando os pedidos são atendidos com mais rapidez e plenitude. Ideal para rituais de amor, crescimento profissional e pessoal. Vela vermelha, cor de rosa, amarela, e; especialmente a branca pode ser muito útil na lua cheia.
  • lua minguante: momento de banir energias negativas, quebrar feitiços, tratar e afastar demandas de doenças. Velas pretas, marrons e amarelas dentre outras.

Velas e os signos do zodíaco

Existem relações entre as cores de velas e os signos do Zodíaco, confira!

  1. Aquário – 20/01 – 18/02 – Vela roxa
  2. Peixes – 19/02 – 20/03 – Vela azul
  3. Áries – 21/03 – 19/04 – Vela rosa ou vermelha
  4. Touro – 20/04 – 20/05 – Vela laranja ou vermelha
  5. Gêmeos – 21/05 – 21/06- Vela violeta ou azul
  6. Câncer – 22/06 – 22/07 – Vela verde ou azul
  7. Leão – 23/07 – 22/08  – Vela laranja ou vermelha
  8. Virgem – 23/08 – 22/09 – Vela amarela ou laranja
  9. Libra – 23/09 – 22/10 – Vela azul ou branca
  10. Escorpião – 23/10 – 21/11 – Vela vermelha
  11. Sagitário – 22/11 – 21/12 – Vela rosa
  12. Capricórnio – 22/12 – 19/01 – Vela marrom

Velas Votivas

Vela “votiva”; que do latim significa “votum” (voto, promessa solene), são as velas que os fiéis dedicam suas orações, promessas, agradecimentos e usos ritualísticos, em contraposição às velas usadas para fins mundanos.

Tempo da queima das velas (24 horas, 3 dias, 7 dias, 21 dias)

O tempo que uma vela votiva queima corresponde, aproximadamente; ao período necessário para um ritual ou a dedicação em oração e mentalização para a transmutação da energia trabalhada.

Isso não quer dizer que se você acender uma vela de 7 dias deverá ficar orando sem parar, durante todo este período. Mas; é aconselhável que mentalize seus pedidos e concentre-se no ritual enquanto a chama arder.

Vela de 24 horas

Velas pequenas, que durem até 24 horas; são utilizadas em rituais curtos, onde as graças a serem alcançadas são mais simples.

Vela de 3 dias

As velas de 3 dias são utilizadas onde as dificuldades para a realização dos pedidos são um pouco mais complexas.

Vela de 7 dias

As velas de 7 dias são muito utilizadas em vigílias aos santos, na manutenção de altares, no culto semanal a orixás e entidades, dentre outras funções.

As velas votivas de 7 dias também podem ser utilizadas nos momentos de aflição, onde a graça a ser alcançada é de grande dificuldade.

Vela de 21 dias

Alguns rituais mais complexos exigem o uso de velas de 21 dias e devem ser feitos, preferencialmente; por sacerdotes ou pessoas mais experientes na magia, que saibam controlar energias por tanto tempo.

Onde posso acender vela?

Uma dúvida muito comum entre as pessoas é onde podem ou não acender velas.

Muitas vertentes de Magia ou Umbanda dirão que não se pode acender velas aqui ou ali, e; isso vai depender do aprendizado e consciência de cada um.

Pela minha prática, de mais de 30 anos na Umbanda; isso não é nenhum impedimento para realização de rituais com velas em nenhum local.

Vela preta dentro de casa?

Você não só pode acender vela dentro de casa, como deve faze-lo com regularidade, no entanto; deve prestar atenção onde acende as velas e para qual função, e tomar cuidado como finaliza o ritual.

Você pode perfeitamente acender uma vela preta dentro de casa, até mesmo dentro do quarto onde dorme; visando banir energias negativas e quebrar feitiços. Mas; deve finalizar o ritual com uma defumação para ter certeza de “arrastar” as energias densas que a vela capturou, por exemplo.

Acender vela em cemitério?

Uma das dúvidas das pessoas é se podemos ou não acender vela em cemitérios.

Muitas pessoas tem uma ligação estreita com os antepassados e os cultuam nos campos sagrados, nos cemitérios, e; isso não quer dizer que estejam praticando magia negra.

Certos orixás e entidades estão associados aos cemitérios e devem ser cultuadas diretamente nesses espaços sagrados, por exemplo.

Portanto; se a pessoa tem consciência do ritual que está realizando, não existe mal nenhum em acender velas nos cemitérios.

Acender vela em banheiro

Algumas pessoas dizem que não podemos acender velas em banheiros, mas eu já tive a experiência de encontrar feitiço jogado dentro deste cômodo em minha casa. Uma forma de quebrar esse feitiço foi realizar rituais que envolviam a queima de velas no banheiro, além de outros.

Como acender uma vela?

Ungir e consagrar as velas

As velas devem ser ungidas ou consagradas a sua individualidade antes de serem acesas, e isso pode ser feito untando a cera e o pavio com óleos, perfumes, ou qualquer líquido ou pó usados nos rituais.

Você deve esfregar o corpo da vela e o pavio com estes elementos para garantir que sua energia seja fixada naquela vela, levando seus pedidos ao plano superior com mais fidelidade e sintonia com a sua espiritualidade.

Como acender vela em um prato?

Se você não acende velas regularmente, provavelmente não tem um prato destinado a isso em sua casa, portanto; pode utilizar qualquer um que tenha, mas antes e após o ritual faça a higienização para reutilizar normalmente.

Utilize sempre um prato limpo, sem trincas ou lascas para acender sua vela, dando preferência as cores utilizadas nas velas e no ritual, sempre que possível.

Os pratos brancos são curingas e aceitam qualquer cor de vela.

Procure não derreter a base da vela para fixa-la em um prato, a menos que ela nao pare em pé. Se necessário pingue algumas gotas da vela já acesa e pressione a base nas gotas.

Se uma vela parte ou trinca um prato durante sua queima, pode ser um aviso de coisa pesadas ocorrendo a sua volta, e; deve procurar orientação espiritual com urgência.

Como acender uma vela na natureza?

Se você está realizando um ritual ao ar livre deve tomar alguns cuidados ao acender uma vela, para fixa-la e não causar incêndios.

Certifique-se que folhas e objetos ao redor das velas não irão incendiar com a ação dos ventos sobre as chamas no decorrer do ritual.

Acompanhe a queima da vela até o final, para ter certeza que poderá apagar qualquer incêndio que ocorra inesperadamente.

Pode fixar a vela no chão ?

Se está em terreno macio ou arenoso, poderá afundar sutilmente sua vela para que ela permaneça em posição reta enquanto o ritual é realizado.

Caso esteja em superfícies duras, como asfalto ou rochas de uma cachoeira, por exemplo, poderá pingar uma ou duas gotas da vela acesa para fixa-la.

Lembre-se de pingar gotas da vela para fixa-la, e não queimar a sua base.

O pingo da vela remete ao transbordamento do espírito ocorrido pelo contato com o calor da chama, em oposição às penas impostas à matéria, representadas pela imposição da queima à base da vela.

Muito vento ao acender a vela na natureza

Se você não consegue acender a vela porque o vento não permite, quebre a vela e ofereça deitada ao chão.

Vela e copo d’água

Muitos rituais pedem o uso de um copo d’água ao lado da vela, e outros não; variando com oferendas para os anjos da guarda, orixás e entidades guias.

Algumas vezes; os fiéis tomam a água ao término da queima da vela, simbolizando a ingestão da benção do anjo da guarda nos processos e rituais de cura, ou despacham na terra ou na água corrente para livrar dos problemas tratados.

Antes de acender a vela

Prepare-se para o ritual que vai iniciar, nunca acenda uma vela sem saber exatamente pelo que vai pedir ou agradecer.

Procure estar em paz para acender uma vela, mantendo seu coração puro, para que sua vibração e pedidos sejam compreendidos com clareza e obtenham uma resposta rápida do plano espiritual.

A vela é um dos instrumentos mais poderosos para que você alcance as graças que tanto almeja.

Não faça pedidos levianos que objetivem o mal a alguém.

Seja consciente que todo ritual que realizar com velas ou qualquer outro material, vai estimular energias no plano superior, e tudo que você emitir vai retornar a você, e a lei do retorno é implacável!

Enquanto a vela queima

Enquanto sua vela está queimando, concentre-se no envio de energias ao plano superior, e continue fazendo seus pedidos e orações.

A vela conduz rapidamente as promessas e os pedidos mentalizados em rituais e orações, pois representa um sacrifício pessoal à divindade a qual ela é destinada.

Você não precisa rezar durante todo momento que a vela estiver acesa, mas é bom mentalizar seus pedidos na maior parte do tempo em que ela arder, assim; terá mais chances de transmutar as energias e alcançar mais rapidamente suas graças.

Os misteriosos sinais que as velas emitem enquanto queimam

Várias mensagens são trazidas pelos orixás ou entidades através das velas enquanto estão queimando ou ao término do processo.

Veja abaixo algumas das mensagens e significados contidos na misteriosa linguagem espiritual das velas.

Os significados das chamas nas velas

Chama que levanta e abaixa 

Você está pensando em várias coisas ao mesmo tempo. Sua mente pode estar um pouco tumultuada dificultando a concentração nos trabalhos espirituais.

Da próxima vez que for acender uma vela procure concentra-se mais ou até mesmo tomar um banho de descarrego antes de iniciar o ritual.

Chama que solta fagulhas no ar

O anjo da guarda ou guia espiritual colocará alguém no seu caminho para comunicar o que você deseja.

Poderá ter algum tipo de desapontamento antes do pedido ser realizado. Nesse caso, peça proteção ao seu anjo da guarda.

Vela queima com luz azulada

Indica a presença de seu anjo da guarda ou guia espiritual ao qual dedicou a vela está bem próximo. É um bom sinal que seu pedido poderá ser atendido em breve.

Chama da vela em espiral

Seus pedidos serão alcançados, anjo da guarda ou guia espiritual já está ouvindo suas necessidades.

Chama vacilante

Seu anjo da guarda ou guia espiritual demonstra que, devido às dificuldades, seu pedido terá algumas mudanças.

Pavio da vela divide em dois ao queimar

O pedido foi feito de forma dúbia, quando acender a próxima vela, esteja mais concentrado em seus pedidos.

Ponta do pavio queima brilhante

Você terá muita sorte e sucesso em seu pedido.

Depois da queima a cera sobra em volta

O seu anjo da guarda ou guia espiritual está precisando de mais orações e iluminação. Lembre-se de acender mais velas!

A vela apaga

O anjo da guarda ou guia espiritual ajudará na parte mais difícil do pedido, o resto cabe a você resolver.

Vela não acende prontamente 

O anjo da guarda ou guia espiritual pode estar tendo dificuldades para aproximar de você.

O ambiente ao seu redor pode estar poluído de energias negativas, nesse caso, faça uma defumação antes de acender a próxima vela.

Vela que chora

Anjo da guarda ou guia espiritual sente dificuldades em realizar seu pedido.

Gostou das dicas? Deixe suas experiências e sugestões nos comentários, e boa sorte em seus rituais com velas

Siga-me

Instagram: https://www.instagram.com/glauciarcarvalho/
Youtube: https://www.youtube.com/c/GlauciaCarvalhoGC
Facebook: https://www.facebook.com/GlauciaCarvalhoBlog/
Twitter: https://twitter.com/glauciacarvalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.