Como consagrar o banho de ervas na Umbanda – Parte 4

Descubra como consagrar o banho de ervas na Umbanda com oração e velas para o ritual completo. Saiba tudo no artigo da série feita para você.

Continuando nossa série de artigos sobre banho de ervas na Umbanda falaremos agora como consagrar as ervas no contexto ritual.

Consagrar banho de ervas na Umbanda

Consagrar o banho de ervas

Existem diversas formas de consagrar o banho de ervas na Umbanda de maneira a ativá-lo para um ou mais objetivos, e ou também para o trabalho com uma entidade ou orixá específico.

Vou explicar aqui uma das formas que aprendi com minhas entidades protetoras para fazer a consagração de banhos de ervas em geral. Se você aprendeu de forma diferente com seus mestres espirituais, pai ou mãe de santo faça como eles lhe ensinaram.

Uso da vela na preparação do banho de ervas

Para dar início a preparação do banho você deve acender uma vela branca ou da cor definida e consagrar todos as ervas e líquidos que serão usados no banho a uma entidade ou orixá.

Clame a essa entidade ou orixá que abençoe todos os elementos e lhes dêem o poder de interferirem em seu campo energético, trabalhando no objetivo pretendido com aquele banho de ervas que você vai começar a preparar.

Em seguida pode começar o procedimento de maceração ou fervura das ervas, ou até mesmo combinar os dois processos.

A vela deve permanecer acesa durante todo o processo, da preparação até que tome o banho de ervas, e ela deve queimar até o final. Caso ela se apague durante o processo pode ser acesa novamente.

A vela tem um importante papel de purificação dos elementos pelo fogo, e também de formar um elo de ligação entre seus pedidos com a entidade ou orixá que está sendo evocado, potencializando a força do ritual.

Vela de 7 dias e banho de ervas

Em casos de rituais com vários banhos em dias alternados, a vela utilizada pode ser a de 7 dias, branca ou da cor indicada, para estar acesa em todos os dias dos banhos, até o final do processo, ou usar uma vela comum a cada dia do ritual.

Eu posso fazer o banho sem acender a vela?

Claro que sim!

A vela será um elemento a mais de potencialização do seu ritual de banho, mas o importante mesmo são as ervas, e se você não tiver uma vela naquele momento não tem problema.

Consagre as ervas com uma oração de fé e vai encontrar os mesmos efeitos se fizer tudo com o coração aberto. A espiritualidade abençoa também com a simplicidade e o desejo sincero do coração.

Oração para consagrar as ervas para o banho na Umbanda

“A Deus Pai e amada Mãe de toda a criação (ou entidade ou orixá de preferência) peço licença para trabalhar com essas ervas.

Peço a ativação da força sagrada dos vegetais para abençoar essas ervas. Que as ervas atuem em meu campo espiritual e energético, promovendo a limpeza das energias destrutivas ao meu desenvolvimento.

Que essas ervas na forma de banho possam fortalecer energeticamente meu espírito, e eu encontre os propósitos que vim cumprir em minha missão de vida.

Com a força sagrada dos vegetais contida neste banho de ervas, faça vibrar em meu espirito a luz que vai promover a abertura de meus caminhos, e afastar tudo que tentar ofuscar meu progresso. Saravá!

Assim seja!”

Leia todos os artigos da série sobre banho de ervas da umbanda

Banho de ervas na Umbanda – Pequeno guia prático com dicas simples – Parte 1

Os melhores dias e horários para tomar banhos de ervas da Umbanda – Parte 2

Como usar as ervas do banho na Umbanda? Parte 3

Como consagrar o banho de ervas na Umbanda – Parte 4

Como tomar banho de ervas na Umbanda e despachar as ervas? Parte 5

Gestantes e crianças podem tomar banho de ervas da Umbanda ? – Parte 6

Precisa de orientação espiritual?

Consulta espiritual

Você tem questionamentos afligindo sua vida, e precisa de respostas das entidades para tomar decisões importantes? Faça hoje mesmo uma consulta espiritual com a sensitiva Glaucia Carvalho e receba orientações dos guias da Umbanda para resolver seus problemas.

Você pode também solicitar a identificação das entidades que regem seus caminhos pela Cabala dos Orixás, e ficar sabendo com detalhes todos os regentes da sua espiritualidade.

A consulta vai revelar seus orixás regentes (orixá principal, ajuntó e orixá familiar) além das entidades (Exú e Pombagira, Pretos Velhos, Caboclos e Ciganos).

Glaucia Carvalho tem mais de 30 anos de desenvolvimento como umbandista sensitiva, e vai responder através dos guias de luz, a todas as questões que estão afligindo sua vida.

Faça hoje mesmo sua consulta.

Siga-me nas redes sociais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *