Filosofia

 

Filosofia

Esse fogo não é Deus, mas pela pureza é como se nós através dele participássemos do grande encontro esotérico e vislumbrássemos a natureza de Deus.

Não importa como você define Deus ou se acredita nele pois, o mundo em que vivemos foi moldado com a convicção humana universal de que há algo além da própria vida muito mais forte e potente.

O ser humano inventou muitas formas de representar e encontrar Deus, que para algumas culturas são vários deuses e em outras apenas um deus.

Já tivemos contato com deuses da caça, deuses do trovão, deuses dos oceanos, já imaginamos deus como uma austera imagem paterna ou como a grande mãe fértil, imaginamos deus com sabedoria, bondade e justiça infinitas.

O contato com Deus, desde os tempos mais remotos, se deu em diversos ambientes como as cavernas, que provavelmente foram os primeiros templos e santuários para louvação de Deus, assim como os templos e igrejas construídos posteriormente pelos homens.

Hoje podemos nos conectar aos deuses em diferentes ambientes, até o virtual, pela internet, onde espaços de encontros esotéricos como este propiciam a aproximação com a divindade mesmo com aquele ser humano que esteja distante fisicamente de um templo, igreja ou casa de santo, mas próximo espiritualmente da vibração divina.

encontro esotérico com Deus é o caminho da compreensão do que significa ser humano.

Acima de tudo, a busca pelo encontro com Deus está no desejo humano de se proteger com algo maior que si mesmo, algo que está além ou profundamente dentro de nós.

Alma universal

Umas das principais crenças da humanidade é que compartilhamos uma alma comum, universal; juntamente com os animais , a natureza em si, e até as pedras. Os seres humanos também fazem parte dessa alma cósmica, mas em algum momento de nossa jornada terrestre, nós perdemos essa conexão com a centelha divina.

Nós nos vemos fora do ambiente em que existimos, como se não fizéssemos parte da criação divina e tentamos manipular o ambiente a nossa volta, os animais e a nós mesmos sem nenhum respeito por leis que regem este universo desde os tempos imemoriais.

Magia e trabalhos espirituais para o encontro esotérico

magia antigamente chamada de Grande Ciência Sagrada pelos Magos, é uma ciência oculta que estuda os segredos da natureza e a sua relação com o homem, criando assim um conjunto de teorias e práticas que visam ao desenvolvimento integral das faculdades internas espirituais e ocultas do ser humano e que este tenha o domínio total sobre si mesmo e sobre a natureza.

A magia tem características ritualísticas e cerimoniais que visam entrar em contato com os aspectos ocultos do Universo e da Divindade.

magia, a simpatia  e os trabalhos espirituais são utilizados para corrigir problemas amorosos, financeiros, sociais e sobretudo para aproximar o ser humano de Deus, trazendo sabedoria e evolução espiritual para que o sejamos  capazes de caminhar com harmonia e paz sobre a terra.

Praticamente todas as religiões preservaram suas atividades mágicas ritualísticas, que se confundem com a própria prática religiosa – a celebração da Comunhão pelos católicos, a incorporação de entidades pelos médiuns espíritas, a prece diária do muçulmano voltado para Meca ou ainda símbolo do Exú riscado no chão pelo umbandista.

Os antigos acreditavam no poder dos homens e que através de magia eles poderiam comandar os deuses. Assim, os deuses são, na verdade, os poderes ocultos e latentes na natureza. Mas como revelar estes poderes e desejos da divindade?

Os Deuses falam com o ser humano através dos oráculos

A ponte entre a vontade divina e os desejos humanos é feita através dos oráculos. O oráculo é a resposta dada por um deus que foi consultado por uma dúvida pessoal.

Estes oráculos só podem ser dados por certas divindades, em lugares determinados, por pessoas determinadas e se respeitando rigorosamente os ritos: a manifestação do oráculo se assemelha a um culto. Além disso, interpretar as respostas do Deus, que se exprime de diversas maneiras por diferentes oráculos, exige uma longa iniciação.

Trabalho com assuntos que envolvem relacionamentos amorosos e profissionais. Fui iniciada na umbanda e na leitura do Jogo de Búzios em 1989 e aperfeiçoei meus conhecimentos em Numerologia Pitagórica e Astrologia, Leitura de Mãos além de fazer consultas a oráculos como o Tarô, Baralho Cigano e Tarô de Pombagira.

Trabalhando desde 1989 na área, acredito que a união dos oráculos favoreça a compreensão da vontade dos orixás, anjos, entidades e guias de luz que auxiliam na magia ou no trabalho espiritual correto a ser feito para o auxilio dos diversos problemas enfrentados por todos nós.